7 de fev de 2011

Robert Kubica bate em rali e pode perder a temporada de F1

O polonês Robert Kubica sofreu neste domingo um grave acidente durante uma prova de rali "Ronde di Andora", realizado perto de Gênova, no norte da Itália. O piloto da Renault-Lotus, que está em coma induzido, sofreu traumatismos múltiplos. Os médicos, porém, descartaram a possibilidade de amputação de sua mão direita, como havia sido cogitado anteriormente.
O piloto de 26 anos conduzia um Skoda Fabia que saiu da estrada em alta velocidade e bateu no muro de uma igreja. Kubica acabou sendo atingido por ferragens e, por isso, só conseguiu ser resgatado 90 minutos depois do acidente. Apesar dor graves ferimentos, ele saiu do local consciente e não corre risco de morte.



Não há vídeos do momento do acidente, mas pelas imagens gravadas logo a seguir percebe-se que o impacto foi frontal, e que a estrutura de proteção tubular do lado do piloto se rompeu. O navegador Jakub Gerber saiu ileso.





Simulação do acidente



A foto abaixo mostra com clareza como os membros do lado direito do corpo de Robert Kubica foram severamente afetados pelo guard-rail que protegia uma igreja durante o rali Ronde di Andora, disputado em San Lorenzo, no noroeste da Itália.

Nosso post anterior fala dos perigos dos guard rails!

Robert Kubica e Vitaly Petrov são os dois pilotos da Renault-Lotus. O brasileiro Bruno Senna é o terceiro piloto da equipe e pode substituir o piloto polonês. Na semana passada, o chefe da equipe, Eric Boullier, mostrou confiança em Senna caso fosse necessário uma substituição.
- Se precisarmos de um piloto reserva, o mais preparado será usado. E o Bruno é o mais preparado - disse.

Fonte:  globoesporte   grandepremio  jalopnik



Nenhum comentário :

Postar um comentário