23 de jan de 2013

DODGE DART 1975 - O CAMALEÃO VAI TROCAR DE PELE!!!!!!

Uma oportunidade ímpar surgir para nós aqui do KmDoze, e como diz aquele velho ditado gaúcho, "não vamos deixar o cavalo passar encilhado"... Para que todos entendam, vamos por partes, desde o início, lá em 1975, quando foi adquirido zero quilometro um Dodge Dart do ano, completamente original.
O carro, modelo "de Luxo" saiu da Chrysler na cor marrom, duas portas, com câmbio de 3 marchas na coluna, banco dianteiro inteiriço, sem ar condicionado e sem direção hidráulica, e com a frente característica da linha Dart, ou seja, capô sem as flautas e grade com apenas dois faróis aparentes.
A PRIMEIRA ALTERAÇÃO...

Depois de alguns anos de muito pouca quilometragem rodada, o carro sofreu um acidente, que danificou toda a parte dianteira!!!!! A solução na época, foi radical, e envolveu o envio do carro para Porto Alegre, onde em  concessionária autorizada, toda as peças danificadas foram substituídas por peças novas e originais, mas do modelo  Charger R/T, então o top da linha.,
 O Dart voltou para casa com novos para-lamas, novo capô com as flautas, grade bi-partida com quatro faróis internos, e até mesmo com os frisos cromados ao redor da grade. O carro só não teve instaladas as características rabetas do para-brisas traseiro, uma das marcas registradas dos R/T.
A SEGUNDA ALTERAÇÃO...

Passaram-se os anos, o carro continuou tendo pouco uso, até que acabou vendido para um colecionador de Panambí/RS, já proprietário de um Charger R/T impecável além de muitos outros carros. Nesta mudança de dono, houve também uma mudança radical nas características do velho Dart de Luxo. Como a pintura estava meio queimada, mas o carro ótimo de mecânica e lataria (lembre-se que o conserto foi feito lá atrás com peças originais novas) o novo dono resolveu radicalizar, e optou por pintar o carrão em dois tons, sendo as laterais azul metálico escuro, e teto e capôs dianteiro e traseiro num tom de preto metálico, com uma faixa cinza grafite dividindo tudo... Além disso, o veículo recebeu rodas aro 17" com pneus de perfil baixo vindas de uma BMW M3, o banco inteiriço foi substituído por outros dois individuais Sparco de competição, o volante foi trocado  por um esportivo Shutt, foi criado um console para receber som e porta trecos, e o porta-malas passou por uma repaginada com a instalação de cornetas e subwoofers de bom tamanho, que nem chegaram a ser usados!!!!! A caixa de marchas na coluna deu lugar a uma original Dodge de 4 marchas embaixo.

O Dodge Dart de Luxo teve retirados os frisos das caixas de rodas e da grade bi-partida dianteira, para ficar mais "limpo", mas por sorte e consciência do dono, todas as peças substituídas foram guardadas com muito carinho, estando impecáveis até hoje, inclusive todos os logotipos!!!!
Essa segunda alteração das características do carro foi concluída há cerca de 3 anos, mas como o então proprietário possui muitos outros veículos nacionais e importados, antigos e atuais, o Dodge acabou relegado a segundo plano e ficou guardado até recentemente...
Há algumas semanas atrás, dois empresários de Passo Fundo estiveram visitando Panambí, onde viram o Dart tunado, e iniciaram negociações para sua compra, que acabou concretizada!!! 
Já em Passo Fundo, o carro foi lavado externamente e guardado em uma garagem, até que os novos donos decidissem qual o caminho a tomar. A opção de revendê-lo no estado em que se encontra, acabou descartada, e para alegria dos puristas, o Dart vai passar por uma terceira alteração, devendo voltar a ser um modelo mais próximo do original, dentro das condições impostas há décadas atrás, quando da troca de sua frente pela do modelo R/T. 
MAIS UMA MUDANÇA...

Como a compra do carro englobou no negócio o  banco inteiriço, frisos, volante e rodas originais , estes serão os primeiros itens a voltar para o carro, que já teve retirados os escuríssimos filmes dos vidros. Ainda existe uma indecisão quanto a cor do carro, mas é certo de que sofrerá alteração muito em breve. A caixa na coluna, não deve ser reinstalada, por opção dos novos donos...
 muito liso de lataria, a parte traseira não foi afetada quando do acidente na década de 70 e as colunas traseiras continuaram intocadas...
 As rodas de BMW M3 aro 17" com pneus de perfil baixo,  darão lugar as originais do modelo.
 Motor permanece original, afinal tem pouco mais de 55 mil kms rodados atualmente...
 painel impecável do Dart, com o relógio de horas posicionado no centro(no Charger R/T alí fica um conta-giros).
 O carro teve um  som potente instalado num console adaptado na parte inferior do painel, o que evitou danos a peça  original que ainda ostenta o rádio AM/OM  Chrysler. Em 1975 não existiam rádios FM no Brasil!!!!!
 Detalhe da cor azul metálica das laterais, com o característico olho de gato...
 Retrovisor esquerdo original e com um mimo da época, controle interno para regulagem!!!!
 o Dodge Dart 1975 veio acompanhado das rodas originais de época....
 Nesta foto, detalhe da última repintura que o carro sofreu, com os tons azul, grafite e preto metálicos...

 O modelo vinha originalmente com um cano de escape 8 em 1. o Charger e o R/T vinham com o 8 em 2,
que instalado nesse Dodge proporciona um ronco maravilhoso, com abafadores liberados....
O longo capô dianteiro com as "flautas" meramente estéticas, sem funcionalidade, e os grampos de capô também com uma necessidade discutível, mas de beleza inquestionável....



Bem, aqui contamos a primeira parte dessa bela história, sobre esse verdadeiro camaleão de aço, que em breve sairá às ruas remoçado, e com um downgrade de respeito. Numa época em que só se fala de upgrades, nada melhor do que uma volta as origens, e nós teremos o privilégio de acompanhar todo o  trabalho de "troca de pele" desse ícone do automobilismo nacional!!!!!


Nenhum comentário :

Postar um comentário