3 de jun de 2013

ROLLS ROYCE 1928 FOI "THE BEST IN SHOW" EM ÁGUAS DE LINDÓIA!!!!



O 18º Encontro Paulista de Autos Antigos teve  fim neste domingo, 2 de junho. Com grande movimentação na cidade de Águas de Lindoia e 700 antigos inscritos para exposição, o encontro superou todas as expectativas.
Para Edenise Carratu, uma das organizadoras do evento, um dos diferenciais deste ano foi a qualidade dos veículos expostos: “Este ano atingimos a maioridade do evento e a quantidade e qualidade dos veículos expostos superou nossas expectativas. Ao meu ver, esse é um voto de confiança do antigomobilismo em relação à seriedade do nosso trabalho. Sobre a premiação, todos os anos eu procuro programar uma surpresa diferente e este ano consegui agradar mais uma vez. Fico muito orgulhosa de poder transmitir todas essas coisas boas”.
Na noite deste sábado, 1º, aconteceu a tão esperada cerimônia de premiação dos veículos eleitos pelos 60 jurados que integram a comissão de avaliação. 90 veículos foram congraçados em sete categorias: Categoria dos Antigos e Veteranos até 1918; Categoria Vintage de 1919 até 1930; Categoria Pós-Vintage de 1931 até 1945; Categoria Pós-Guerra de 1946 até 1960; Categoria Contemporâneos 1 de 1961 até 1970; Categoria Contemporâneos 2 de 1971 até 1983; Categoria Nacionais até 1983 e Categoria Caminhões, ônibus, militares, comerciais, utilitários e pick-ups.
A cerimônia foi iniciada com uma homenagem a um antigomobilista de grande representatividade no mundo dos antigos, Mário Ferret, que recebeu um quadro com a imagem de um dos seus veículos Studebaker. Emocionado com a surpresa, Mário destacou: “Nunca vi uma homenagem como esta em Águas de Lindóia. Estou muito feliz e com toda certeza este quadro vai ocupar o lugar mais importante da minha casa”.

Após a homenagem, a cerimônia seguiu com o desfile dos Chevrolet Corvette expostos na feira, em comemoração aos 60 anos da idealização do mesmo.

 Também em 2013, o modelo Porsche 911 comemora 50 anos e, por isso, o Clube do Porsche, presente no evento, também desfilou e foi homenageado.

A caravana de Natal/RN também foi homenageada e desfilaram seus veículos. O grupo percorreu quase 3.000 km para participar do Encontro Paulista e vão voltar à sua terra natal também rodando. Uma caravana de São Luís do Maranhão também foi representada e recebeu homenagem pela participação no encontro.
Categorias especiais
Para receber os prêmios especiais, cinco veículos e uma personalidade foram escolhidos e anunciados durante a cerimônia. O vencedor do Troféu Flavio Marx é destinado a um modelo escolhido pela família do antigomobilista. O veículo escolhido foi o Whippet Overland 1926, do proprietário argentino Carlos Alberto, que viajou da Argentina até Águas de Lindóia para expor o carro. “Fiquei muito feliz com este prêmio. Fiquei também surpreso com a beleza de todos os carros expostos e com todo o evento. Fui muito bem recebido por todos”, explicou.
Já para receber o prêmio da nova categoría do evento, Troféu Fabio Steinbruch, que premia o melhor esportivo nacional e que é entregue pelo Alfa Romeo Club, o modelo foi o Willys Interlagos Berlinetta 1965. O proprietário, José Fernandes Bastos, ressaltou: “Ganhar um prêmio desses não é para qualquer um. É uma sensação única e estou bastante emocionado por ter um veículo premiado em um evento de tão grande porte”.

O Troféu Cláudio Borrego, que é destinado a uma personalidade do antigomobiolismo, foi entregue ao antigomobilista e vice-presidente do clube do Chevrolet, Jerônimo Ardito, que ficou emocionado e agradeceu a homenagem.
O vencedor do Troféu José Everardo Rodrigues Cosme, que é entregue ao melhor veículo nacional, foi o modelo Chrysler Esplanada 1968, do diretor-presidente do Veteran Car Club da Paraíba, Elmano Cunha Ribeiro. O proprietário afirmou: “Há um ano e três meses eu recupero este carro com todo o capricho e carinho. Sou muito perfeccionista nas coisas que faço e encontrei um excelente profissional, dono de uma tradicional oficina em São Paulo, para cuidar deste projeto comigo. O nordeste e todo o Brasil estão de parabéns, pois estamos resgatando a história dos carros nacionais e isso é muito importante. Fico muito satisfeito e deverasmente emocionado por ter vindo da Paraíba e ter conseguido este prêmio. Me sinto lisonjeado.”
O agraciado com a premiação que congraça os veículos que estão há mais tempo na mesma família, o Troféu José Aurelio Affonso Filho Master Regional, entregue pela FBVA, foi o veículo Buick Roadster 1935, da proprietária Ana Maria Storani. O filho da dona e um dos responsáveis pelo veículo, Renato Storani, explicou: “O veículo pertencia ao meu avô, assim como toda uma coleção. Quando ele faleceu, o carro ficou guardado não por descaso, mas por respeito à lembrança do meu avô. Desde janeiro procuramos saber mais sobre o antigo e descobrimos que foram feitos apenas 90 unidades em todo o mundo e este, é o único de que se tem notícia. Decidimos cuidar do veículo e trazê-lo, justamente para prestar uma homenagem ao meu avô. Ter uma história dessas e ainda receber um prêmio com este veículo é uma sensação indescritível”.
Já o maior prêmio de todo o evento, o Troféu The Best in Show, foi destinado ao Rolls Royce 1928, do Museu Jorm. Curador do museu, Paulo “Loco” Figueiredo diz que trouxe o veículo para vencer. “A sensação de ter um veículo premiado num evento de tão grande porte é a sensação de que todo o trabalho que temos no museu de contar a história do automóvel e do transporte no mundo vale a pena. Trabalhamos nos finais de semana, em feriados e, para trazer este carro para cá, nos empenhamos durante 10 dias seguidos e é justamente nessa hora que vemos que todo o esforço vale a pena”, finalizou.
Rolls Royce 1928
Durante o desfile do premiado, o público se emocionou e se encantou com a exuberante beleza do antigo. De acordo com Paulo Figueiredo, o modelo apresentado no evento tem apenas duas unidades em todo o mundo. Uma está no Brasil e outra no museu de Dubai. O grande destaque do evento é um modelo Landaulette, que caracteriza a parte conversível da capota do veículo. O Rolls Royce também é Town Car, que significa que o modelo tem o assento do motorista descoberto. Sua nacionalidade é inglesa e o veículo encanta pela sua beleza e raridade. Na época do antigo, os Rolls Royce eram encarroçados a critério dos seus clientes e, especificamente no modelo exposto, o encarroçamento foi feito pela empresa Brewster. O modelo premiado é o Phanton I, que era considerado o carro mais luxuoso da marca.





Nenhum comentário :

Postar um comentário