2 de nov de 2013

OPALA SS 4 1974 - A HISTÓRIA DE UM RESGATE!!!!

Chegou esta semana à Passo Fundo, no norte gaúcho, um legítimo Chevrolet Opala SS 4 cilindros, ano 1974, até então único dono, e que apesar da idade, tem rodados apenas 35 mil quilômetros originais.
Para muitos entendidos, este é o modelo mais bonito dos SS, pois ostenta grafismo diferente nas faixas, recurso utilizado somente neste ano de fabricação.
O Opala SS 4 agora pertence ao engenheiro agrônomo Luis Eduard Graeff, um apaixonado pela linha Chevrolet e feliz proprietário de outros modelos também garimpados a dedo, como um SS6 cajú e um SS6 vermelho cereja, além de outros 3 modelos da marca.
Na foto, Ubiratan Pires, Leonardo Graeff e Luis Eduard Graeff, no dia em que viram pela primeira vez o SS 4!!!
O próprio Dudú Graeff nos conta a história do garimpo e do resgate do Chevrolet:
"No ano de  2000 estava indo atender meu cliente Cooperativa Santa Clara,  em Carlos Barbosa,  quando vi um oficina nos fundos de uma casa,  em Vila Flores, na beira da rodovia, com um Jeep Land Rover antigo em frente. Todos nós antigo-mobilistas somos extremamente curiosos, e então cheguei nessa pequena oficina. Quando desci do carro já me deparei com uma moto Honda 750F-Hollywood, ainda  com placa amarela. Isso foi um indício de que ali eu  encontraria boas histórias. Conheci então o dono da oficina, o Sr. Celso, mecânico que usava macacão estilo dos mecânicos americanos, o qual era proprietário do Land Rover e também de maravilhosa “sete galo” com 12.000 Km.

 O mecânico responsável pela manutenção e guarda do Opala SS, Sr. Celso, abrindo a garagem...
O cadeado, precisou ser cortado e substituído....

O Dudú Graeff prossegue contando a história:
"Começamos a conversar e falei da minha paixão por Opalas, especialmente os SS. Contei que um ano antes, 1999, havia comprado um maravilhoso exemplar SS-6 1976 vermelho cereja em São Paulo. Nisso ele me comentou que existia ali em Vila Flores um SS-4 1974, vermelho fórmula, único dono e com baixíssima quilometragem. O carro estava guardado em uma garagem de uma casa muito próxima, a qual estava fechada pois a dona morava junto com a filha em Porto Alegre.  A dona, a Sra. Ida Dal Pian, já estava com certa idade e não gozava de boa saúde. Dona Ida era viúva do Sr. Ilário Dal Pian, antigo caminhoneiro, que viajava sempre em companhia de seu irmão. Em 1999 se desemparceraram numa viagem e voltando de São Paulo o Sr.  Ilário sofreu um grave acidente vindo a falecer. O seu Opala, comprado zero quilometro, ficou na garagem nessa época, e  calcula-se que tinha por volta de 15.000 Km. Depois disso estima-se que esse carro rodou mais uns 5 anos, onde um sobrinho conduzia a Sra. Ida para suas atividades e passeios. Nisso fez mais 20.000 Km totalizando os 35.000 Km atuais.Tudo isso contado pelo mecânico Celso. Por orientação do Celso,  Dona Ida guardou o Opala em uma simples e pequena garagem de tijolo a vista e piso de brita, coberto por uma capa de lençóis confeccionada por ela mesma. O carro ficou guardado de 19 a 20 anos nessa garagem.


Pois bem, sempre que viajava com minha família para serra gaúcha passava em frente da casa para ver se avistava o carro ou alguém que pudesse me dar notícias do mesmo. Nunca tivemos sucesso.
Se passaram 13 anos, e agora em 2013, quando voltávamos de um final de semana em Cotiporã, o meu amigo Ubiratan Pires, que estava de carona em meu carro e sabendo da história, me fez ir até a casa.
Chegamos lá tudo fechado. Mas tinha algo diferente. Uma Parati em frente a suposta garagem. Descemos, batemos palmas para ver se alguém aparecia. Fui até o portão da garagem, o qual estava fechado, e encostando o ouvido no portão ouvi barulhos de martelo dentro da casa. Bati forte no portão insistentemente. Foi então que surgiu um simpático senhor de 87 anos, que vinha a ser o irmão do finado Sr. Ilário. Logo apareceu sua senhora e minha esposa Fernanda e a Angélica, esposa do “Bira”, conversaram um bom tempo, conversa agradável. Contaram o motivo de estarmos ali. Viemos saber que a dona Ida tinha falecido a 3 anos. Conseguimos o telefone da Sr. Idete, filha única do casal, que morava em Porto Alegre.
Liguei para ela, contei toda a história ,e começamos então uma dificultosa negociação.
Falei com a Idete que me autorizou ver o carro dizendo que a chave da garagem estava com o mecânico. Chegamos lá tinham trocado o cadeado. Propusemos cerrar o cadeado o que prontamente o mecânico Celso nos atendeu. Fomos a oficina dele e pagamos uma cerra nova voltando até a garagem. Detalhe importante: sempre olhava a garagem da casa da frente do outro lado da rua  acreditando que o Opala estava ali, mas não, ele estava na outra garagem. Quando abrimos a porta  apareceu o Opala SS-4 debaixo de uma capa de tecido todo empoeirado e mofado. Foi uma tremedeira só. O carro ali naquela garagem daquele jeito. O que era para mim quase como uma lenda, 13 anos depois se tornou realidade.
Felizmente 60 dias após o meu primeiro contado com a Sra. Idete, fechamos o negócio. No entanto o carro estava em processo de inventário. A Sra. Idete me deu o telefone do tabelião de Vila Flores, o Sr. Santana, o qual gentilmente conduziu todo o processo do inventário me incluindo como herdeiro do automóvel GM/OPALA, cor vermelha, cód. Renavam 58246459-5, chassi 5N87FDB163377.
No dia 31/10/2013 fomos a Vila Flores assinar os documentos do inventário e buscar o carro com o ajuda do mecânico Celso, mecânico esse que fez toda a manutenção desse maravilhoso carro.
Foi graças ao Sr. Celso que esse carro foi mantido num bom estado de conservação.
Juntamente com o carro, veio um jogo de chaves de manutenção da GM, manual do proprietário, NF, manual do rádio, garantia do rádio e manual com as concessionárias GM do brasil(Rede Nacional de Concessionários Chevrolet), chave reserva.
Esse carro foi comprado na J.Mello & Cia. Ltda em Veranópolis em 12/11/74.
Seguem algumas fotos desse maravilhoso carro.
FINAL FELIZ!!!
 A emblemática frente com capô e para-choques pretos do SS4, com o pequeno logo de identificação do modelo...
 mesmo com a capa de lençois, a poeira e a sujeira estavam grandes...
 rodas originais SS com pneus diagonais da época...
 No porta-malas, as placas amarelas, macaco original e um jogo de ferramentas com o logo Chevrolet...
 quinta roda original...
 painel traseiro e para-choque preto...
 O interior todo original e mofado do Opala SS 4...
 as manchas brancas no volante eram mofo dos anos e anos parado....
 antena de época, com uns dois metros de comprimeiro, e encostos de cabeça Procar, que segundo constam foram instalados antes do carro sair da revenda, como acessório!!!
 O logo SS-4...
 O Opala sendo carregado para fazer a viagem até seu novo lar...

 a documentação do carro inclui manuais do veículo e até mesmo termo de garantia e instruções de uso do rádio original AM.
momento da entrega do carro...
 motor 151 quatro cilindros...
 a almofada feita pela finada dona Ida, acompanhou o veículo...
 logotipo original do modelo...
 manual preenchido com os dados do primeiro proprietário...
 as primeiras revisões feitas na agência onde foi adquirido o carro.
 antiga plaqueta de identificação do Detran gaúcho...
Chegando em Passo Fundo, o Opala foi levado diretamente para a Feijó SS, especializada em revitalização de antigos, onde já iniciou-se a lavagem a quente, desmonte do interior e recuperação dos ítens que apresentem problemas. Em pouco tempo, o carro estará em perfeitas condições de uso, e só no resta parabenizar o Luis Eduard Graeff, por mais este garimpo e resgate bem sucedido!!!!


8 comentários :

  1. maravilhoso! belíssima história! espero ver fotos dessa relíquia revitalizada em breve!

    ResponderExcluir
  2. Que espetáculo, hein? Mais uma jóia rara para deleite dos entusiastas nos encontros de clássicos pelo estado!!!!! Parabéns!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Opala de sorte, caiu nas mãos dos Graeff . Parabéns Luis Eduardo.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns Opaleiro, historia emocionante. foi mais mais ou menos assim que eu encontrei um SS6 1974 Amerelo, que hoje graças a Deus estou com ele!!!

    ResponderExcluir
  5. Esperamos os próximos capítulos!!!

    ResponderExcluir
  6. Muito Legal. eu tenho o prazer de ter u opala deste em muita boas condiçoes de originalidade e manual raio td original. Valeu abraços esperamos ouvir a continuação da história

    ResponderExcluir
  7. Impressionante. Parabéns e muita alegria com seu novo brinquedinho!!!

    ResponderExcluir